Dicionário do ciclista

O ciclismo, assim como em todos os esportes, é cheio de gírias e uma pessoa que não é do meio acaba ficando boiando quando entra no meio de uma conversa. Para ajudar quem está começando a pedalar a entender um pouco melhor nosso vocabulário, vamos relatar aqui algumas expressões mais comuns:
Pelotão – grande grupo de ciclistas que pedalam juntos.
Grupeto – é um pelotão pequeno, geralmente dos atletas que ficaram para trás do pelotão principal;
Fuga ou escapada – Quando um ciclista ou mais ciclistas deixam o pelotão principal na tentativa de abrir vantagem e ganhar tempo ou tentar a vitória.
Sprinter ou velocista – É o ciclista com grande explosão muscular (arrancada) especializado em chegadas, geralmente vence as provas em que o pelotão chega compacto. Um sprintista pode passar chegar aos 80km/h em um sprint final. Escalador ou montanheiro – Ciclista especializado em subida de montanha.

Passista – mesmo não sendo escola de samba, o ciclismo também tem o passista que é aquele atleta que consegue manter um ritmo forte durante um longo tempo. Geralmente tenta vencer as provas escapado ou trabalha em função da equipe. O passista também se destaca nas provas de contra-relógio individual.

Gregário – É fundamental em uma equipe. Estes atletas abdicam do sucesso pessoal para servir a equipe e ao líder. Colocam a cara no vento, neutralizam fugas, e ainda buscam água e alimentos. É praticamente impossível ganhar uma competição sem um bom gregário.
Camelar – fala-se quando um gregário tem que ficar muito tempo puxando o pelotão (camelando) para ajudar seu companheiro de equipe. 
Contra-relógio – Modalidade dentro do ciclismo em que um ciclista tem que pedalar um percurso no menor tempo possível. O atleta larga sozinho e seu tempo é cronometrado. Não é permitido pegar vácuo dos adversários. Existe também o contra-relógio por equipe onde os integrantes da equipe correm todos juntos e fazem o revezamento do vácuo para conseguir andar no maior ritmo possível.

Clássicas – são provas de um dia, a mais famosa é a Paris-Roubaix disputada em grande parte sobre paralelepípedos. No Brasil a clássica mais famosa é a 9 de julho realizada em São Paulo.
Prova por Etapas ou Volta Ciclística – Corridas que duram dois ou mais dias. A corrida é cronometrada e o tempo de cada ciclista é registrado. Vence o atleta que completar o trecho determinado em menor tempo. Um grande exemplo disso é o Tour de France, a mais famosa prova por etapas do mundo que tem três semanas de duração. 
Prólogo – Em uma volta ciclística, é um pequeno contra-relógio onde se define quem será o primeiro ciclista a usar a camisa de líder, em geral amarela.

Meta Volante – É uma chegada intermediária durante uma prova de ciclismo, quem cruzar primeiro ganha prêmios ou bonificações em tempo. No Tour de France o líder veste a camisa verde. 
Prêmio de Montanha – mesmo que uma meta volante, porém sempre no alto de uma montanha, o líder desta classificação do Tour usa uma camisa branca cheia de bolinhas vermelhas.

Botar a cara no vento ou puxar – Sair do vácuo proporcionado pelos ciclistas imediatamente à frente e ditar o ritmo.

Andar na roda – ficar atrás de outro ciclista a uma distância de poucos centímetros aproveitando-se do vácuo.
Atacar, torcer o cabo ou dar uma paulada – tentar uma fuga aumentando a velocidade repentinamente.
Sobrar de roda – quando um atleta que está no vácuo do outro não consegue mais acompanhar o ritmo e fica para trás.
Quebrado ou pregado – muito cansado.
Afogado – é quando um ciclista está forçando muito que chega a sentir falta de ar, não podendo manter o ritmo que estava antes.
Prego de fome – quando o ciclista não se alimenta durante o treino ou competição e de uma hora para outra bate a fraqueza e não consegue mais manter o ritmo.
Tirar o bilhete – quando o ciclista não consegue mais acompanhar o ritmo do pelotão que está se desmanchando, significa que chegou a sua vez.
Homem do Martelo pegou – fala-se quando o ciclista literalmente pregou na estrada.
Braço duro ou pato bravo – ciclista que não sabe andar no meio do pelotão.
Bater Guidão – quando um ciclista está fazendo uma disputa com outros.
Ir à morte – dar o máximo de empenho.
Escalera – vem do Espanhol “escada”, é uma forma de revezamento que tem este formato muito comum em lugares com vento, pois só se consegue o benefício do vácuo andando na lateral para trás de outro ciclista.
Caramanhola – squeeze ou garrafinha para levar a água.
Panela – buraco muito grande na estrada.
Volantão, coroão ou prato – Engrenagem dianteira grande, utilizada para altas velocidades.
Comprar um terreno – fala-se quando alguém cai.
Essas são algumas expressões usadas por nós ciclistas. O negócio é socar a bota, ir à morte, bater guidão até o final, cuidar para não ser pego pelo Homem do Martelo e principalmente, não comprar terreno algum. Boas provas!
Esta entrada foi publicada em Matérias e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

4 respostas a Dicionário do ciclista

  1. Arthur Biagioni Junior disse:

    Boa tarde! Muito bom o seu dicionário. Tem um comentarista de uma emissora nacional/americana que gosta muito de usar a palavra – RENDEZ-VOUS – erroneamente, em minha opinião, como o revezamento de ciclistas de uma equipe . Esta palavra, em francês, significa ENCONTRO. Você tem conhecimento deste termo? Existe mesmo esta palavra no vocabulário ciclístico? Abraços.

  2. clarindo faria disse:

    mt boa as explicações da girias usadas no ciclismo…

  3. fabiano Morrone disse:

    Ola, td bem? sou FABIANO de sp, cara vou tentar ser claro, eu gostaria de competir ciclismo no contra relogio, gostaria de participar de competiçoes iguais ao FABIAN CANCELLARA, mas nao sei por onde começar, onde tenho que me inscrever, e possivel ganhar dinheiro fazendo ciclismo?
    Eu ate comprei uma bike SPECIALIZED TRANSITION COMP , e uma bike tanto pro TIME TRIAL quanto ao TRIATLON.
    Por favor me de uma luz, pois ja fui em varios locais e varios ciclista dizem coisas q desencontram com outros ciclistas, cada um fala uma coisa.
    obg

Deixe uma resposta para fabiano Morrone Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>