Temporada 2009

Temporada 2009

Ø  2009 têm tudo para ser uma temporada das mais emocionantes. Mal começamos a temporada e já tivemos vitórias de grandes atletas como Levi Lepheimer (Astana) na Volta da Califórnia, Alberto Contador (Astana) na Volta ao Algarve, Dennis Menchov (Rabobank) na Vuelta a Murcia e Luis León (Caisse d’Epargne) na Paris-Nice.

 

Ø  A Paris-Nice mostrou a todos o espetáculo à parte. Contador que se mostrou como o mais forte, vencendo o prólogo e a etapa reina, se descuidou da alimentação e teve seu dia mal, perdendo em 3 km quase 3 minutos para o amigo espanhol Luis León Sanchez de 25 anos, que não perdeu a oportunidade para tomar a liderança. No dia seguinte, mostrando o grande ciclista que é, voltou a atacar no primeiro prêmio de montanha a mais de 75 km da chegada causando grande alvoroço no pelotão. Não conseguiu a vitória, mas mostrou ao ciclismo o espetáculo dos velhos tempos.

Com os seus ataques e descuidos, com sua maneira ofensiva de correr, trouxe de volta o ciclismo o imprevisível.

 

Ø  Com a volta de vários ciclistas ao pelotão, em especial o Americano Lance Armstrong, a expectativa é de grandes disputas. Todo mundo aposta em um grande resultado de Armstrong no Giro de Itália e eu acredito que ele estará em grande forma. O contra-relógio de 61 km é um ponto ao seu favor. Ivan Basso é a outra estrela que voltou. O Giro do Centenário tem tudo para ser uma das melhores provas da temporada, igualmente que o Tour de France. Armstrong junto com Contador tornam a equipe Astana favorita em qualquer prova por etapas, mas após a Paris-Nice, lembramos que nem tudo é previsível.

 

Ø  O Catarinense Murilo Fischer que ficou Papai pela primeira vez, (o menino Luca nasceu em fevereiro na Itália), tem conquistado importantes resultados, chegando duas vezes em quinto lugar em etapas da Paris-Nice, entre outras boas colocações.

 

Ø  Rafael Andriato teve sua primeira vitória em 2009 no 36º Memorial F. Lli Gandolfi na Itália superando seus adversários no sprint final, sua especialidade.

Ø  Já Luciano Pagliarini enfrenta problemas com sua nova equipe, a UCI negou a licença Professional ao projeto H2O, nova equipe francesa na qual faria parte o velocista brasileiro. Sem a licença da UCI a equipe não sai do papel para a temporada 2009, nesse caso todos os acordos contratuais entre o time, seus atletas e staff não tem valor algum. A solução imediata é de unir-se a outra equipe que possua licença Profissional para a temporada 2009, fazendo um ano de parceria com outra estrutura. Mesmo preocupado o ciclista brasileiro se diz muito confiante: “Essa é uma experiência nova pra mim, um período muito delicado em minha vida, já estamos em março e sem licença, agora nossa única chance para continuar trabalhando nessa temporada é a de se unir a outra equipe, isso tudo é uma grande pena, já temos as bicicletas novas, materiais e todo vestiário pronto, nos treinamos muito nesse tempo que passamos na França, muito empenho, energia e tempo jogados fora, pois toda essa estrutura não poderá ser usada em 2009″. Falando de futuro: “Espero sinceramente que seja possível nossa união com outra equipe, é lamentável ver todo o trabalho feito por essas pessoas sendo bloqueado por questões políticas. Continuo treinando e aguardando respostas, espero que tudo se resolva o mais rápido possível e que em breve eu possa estar competindo com um numero nas costas!”

 

Ø  Já as equipes Brasileiras disputaram o Tradicional Torneio de Verão em Santos, onde prevaleceu a velocidade do “The Flash”. Nilceu Santos da Scott venceu a classificação geral e Bruno Tabanez de Americana ficou novamente na segunda colocação. O resultado se repetiu no tradicional Circuito Boa Vista em Joinville.

 

Ø  Participando em competições Internacionais a Scott conseguiu várias vitórias. Chamorro venceu duas etapas da Rutas de América no Uruguay e Breno Sidoti foi o campeão da etapa de contra-relógio. Antes disso, Matias Médico venceu o contra-relógio do Tour de San Juan e Simon venceu a quinta etapa. Já Giacinti venceu o contra-relógio do Tour de San Luis e terminou na segunda colocação geral.

 

Circuito 4 Estações de Mountain Bike

Ø  Tivemos a realização na cidade de Rio do Sul – SC, a primeira etapa do 1º Circuito 4 Estações de Maratona no dia 01 de março. Realizado pela Associação Expedição e Aventura, a Etapa Verão foi vencida pelo atual campeão Brasileiro de Cross Country, o catarinense Ricardo Pscheidt que percorreu os 70 km da prova em 2 horas e 37 minutos, Marcelo Moser, o “Pingüim” terminou na segunda colocação. Também participei da prova, apenas por diversão, já que não tenho treinado muito, mas não consigo ficar longe de um desafio. Terminei bastante cansado porque estava muito quente, mas os pontos de abastecimento de água oferecidos pela organização ajudaram a completar o percurso sem maiores problemas. O Circuito terá 4 etapas ao longo do ano, sendo uma em cada estação. Em cada etapa os participantes ganham uma medalha de participação, formando parte de um quebra-cabeça que no final das 4 etapas formam o medalhão das 4 estações do ano. A prova é aberta para atletas federados e amadores. A etapa outono será no dia 10 de maio, inverno dia 09 de agosto, e encerrando na primavera dia 08 de novembro, todas em Rio do Sul, mas sempre em trajetos diferentes. Quem quiser participar poderá se informar no site www.bituin.com.br

 

Publicado na Revista Bike Action – Coluna Ciclismo a Fundo

Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>