Catarinense Márcio May vence dura etapa da Volta Ciclística do Chile

Etapa foi com muita chuva e frio.

Etapa foi com muita chuva e frio.

Comprovando estar em ótima fase, o ciclista catarinense Márcio May, da equipe Memorial-Santos, venceu a 6ª etapa da 25ª Volta Ciclística do Chile. Ele completou os 182 km de percurso em 4h29min13s e está só a 32 segundos da liderança geral, que pertence ao chileno Edgardo Simon, da Publiguias, com 23h39min08s, após 919 km. A competição, que terá, no total, 1.678 km, divididos em 12 dias, termina no próximo domingo (dia 24). Além das grandes distâncias, com duras etapas com mais de 180 km, os ciclistas têm de enfrentar o frio e a chuva.

May, que foi vice-campeão geral em 99 e no ano passado terminou na 18ª colocação, já tinha ido muito bem na 3ª fase, com 196 km, ficando em 3º lugar. “Estou me sentindo muito bem e vou batalhar para tentar este título. É uma competição muito dura, mas vou tentar manter meu ritmo”, disse May, que mora em Brusque e está com 29 anos de idade, 15 dedicados aos pedais.

O ciclista, que no final de fevereiro venceu a Copa Rudy Project, na Baixada Santista, valendo pelo ranking nacional, é um dos principais nomes da história do ciclismo brasileiro. Já representou o País em duas olimpíadas, Barcelona (1992) e Atlanta (1996) e é nome quase certo para os Jogos em Atenas (2004). Nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg, no Canadá, em 99, foi medalha de bronze na prova de contra-relógio. Também tem no currículo sete títulos brasileiros.

NILCEU – Além dele, a equipe Memorial-Santos conta com outro ciclista de ponta na Volta do Chile, o paranaense de Cascavel, Nilceu Aparecido Santos. Campeão da tradicional 9 de Julho e único brasileiro a subir no pódio da Copa América no início deste ano, Nilceu mais uma vez não deu sorte. Depois de ter uma queda grave no Torneio de Verão, que tirou as suas chances de disputar o título, ele novamente caiu, ao bater no meio-fio, sofrendo algumas escoriações.

Os dois competem pela equipe Memorial-Santos, nº1 do ranking nacional em 2000 e 2001. No Chile, eles estão defendendo o Brasil, ao lado do catarinense Daniel Rogelin, do mineiro Cássio Paiva, ambos da Caloi, e do paulista José Aparecido Santos, de São José dos Rio Preto. A equipe Memorial também estará presente na Volta do Uruguai, que começa no próximo final de semana. Estarão na disputa os paranaenses Hernandes Quadri Júnior e Daizon Mendes, o carioca Rodrigo Mello, o Morcegão, e o paulista Robson Ribeiro, o Grandão, além do técnico do grupo, Cláudio Diegues.

FÁBIO MARADEI – FMA COMUNICAÇÃO
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>